Documentos

Nossas fontes e alguns comentários…

Disponibilizar os tipos de fontes que utilizamos em nossas atividades, apresentando autoria, condições de sua produção, acervos, entre outros dados, é, para nós, oportunidade de ampliar o leque de idéias e opções de outros historiadores em formação.

  • Duas Viagens ao Brasil de Hans Staden.

Trabalhando com o tema do canibalismo na América Portuguesa no século XVI, tenho por objetivo pesquisar sobre a construção do discurso do viajante alemão Hans Staden sobre o ato de comer carne humana entre os índios Tupinambás; partindo do diário de viagem de Staden intitulado de Duas Viagens ao Brasil. Transcrito em alemão moderno por Carlos Fouquet e traduzido por Guiomar de Carvalho Franco, foi publicado pela editora Itatiaia em 2008, e estou trabalhando com esta tradução do documento.

Encontramos o documento disponível online pela Biblioteca Nacional digital, datado de 1557 catalogado como documento original raro: http://objdigital.bn.br/acervo_digital/div_obrasraras/or813739/or813739.pdf

Débora Meira

—-

  • Tratado de Amizade, de Comércio e de Navegação entre o Brasil e o Japão

Trabalhando com o tema do antiniponismo nos anos 1920, tenho por objetivo pesquisar sobre um intelectual que se posicionou publicamente contra a vinda de imigrantes japoneses ao Brasil. Inicialmente, a pesquisa discutiu a imigração japonesa e levou à leitura do primeiro documento em caráter oficial formalizando o contato entre as nações brasileira e japonesa. Tal documento foi assinado na cidade de Paris a 05 de novembro de 1895 por um representante de cada um dos dois países.

Encontramos o documento disponível online no site do Ministério das Relações Exteriores do Brasil: http://www2.mre.gov.br/dai/b_japa_01_2881.htm

Bianca Miki

—-

  •    O reinado de Elizabeth I da Inglaterra, com enfoque na iconografia encomendada pela monarca.

                      

Trabalhando com iconografia no reinado de Elizabeth I da Inglaterra (1558- 1603), tenho por objetivo pesquisar como o sentido da imagem da monarca foi sendo modificada, por meio das pinturas, ao longo dos 45 anos em que esteve no poder.

Esta pintura da coroação de Elizabeth I da Inglaterra (1533-1603), é o primeiro documento que trabalho, me possibilita analisar uma das primeiras imagens da rainha. A autoria é desconhecida, assim como o ano exato no qual foi feita, no entanto, estima-se que seja 1600, é uma cópia do original que data de 1559, ano da coroação da rainha, mas que provavelmente se perdeu. O cetro e o globo representam o poder da sua autoridade. O nome da pintura é “The Coronation portrait”, está localizada na National Portrait Gallery, Londres.

Encontramos o documento disponível online no site da National Portrait Gallery:  http://www.npg.org.uk/collections/search/portrait/mw02070/Queen-Elizabeth-I?LinkID=mp01452&search=sas&sText=elizabeth+I&role=sit&rNo=2

Ana Cláudia T. de Lima

___

  • The pilgrim’s progress

 

The pilgrim's progress

Frontispício da edição de 1680.

 

Trabalhando com o tema do puritanismo  na Inglaterra do século XVII, tenho por objetivo pesquisar sobre a difusão das ideias puritanas. Para tal fim selecionei, devido seu caráter pedagógico, a obra The pilgrim’s progress de John Bunyan, que em português consagrou-se com o título O Peregrino. A obra tem sua primeira publicação no ano de 1678 em Londres. A primeira edição da obra está disponível no site Google Books : http://books.google.com.br/books?id=-QD3V0dpUhsC&printsec=frontcover&dq=the+pilgrim’s+progress+1678&hl=pt-BR&sa=X&ei=elG5T-KOC-2N6QGy6YTwDg&ved=0CDoQ6AEwAQ#v=onepage&q&f=false

Vitor Hugo Quima Corrêa

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s